Topo
Blog Entre Linhas

Blog Entre Linhas

Categorias

Histórico

Novo app torna o acesso ao Apple Music ainda melhor no iOS

Guilherme Rambo

28/02/2019 04h00

A Apple lançou o serviço Apple Music há três anos, mudando o foco da empresa – que antes era a venda de músicas através da iTunes Store – para o streaming ilimitado, similar a serviços como Spotify e Deezer. Aqueles que assinam o serviço podem ter acesso ao conteúdo através do aplicativo Música no iOS, ou do iTunes no Mac.

Em 2017, a Apple lançou ferramentas para desenvolvedores que permitem a integração das funcionalidades do Apple Music nos seus apps, incluindo a biblioteca MusicKit para aplicativos no iOS e – mais recentemente – uma versão da mesma biblioteca para sites, que permitiu o lançamento do Musish, um site que oferece uma interface bonita para acesso ao Apple Music em qualquer navegador.

Hoje, um novo app está sendo lançado que promete melhorar a interface e o descobrimento de músicas no iOS, funcionando como substituto ao app Música nativo. O Soor foi criado pelo designer e desenvolvedor indiano Tanmay Sonawane e conta com todas as funcionalidades do Apple Music que a Apple oferece através da sua biblioteca para desenvolvedores.

Segundo o desenvolvedor, um dos objetivos principais do app é ajudar na descoberta de novas músicas. Para isso, a parte de descoberta é integrada direto na tela inicial do app, fazendo com que toda vez que abrir o app você se depare com algumas músicas novas.

Eu estou usando o app há uma semana e ele já substituiu o Música no meu iPhone. O que mais me chamou atenção no app foi a qualidade da sua interface, que é muito bonita e fácil de usar. Na minha opinião, o Soor é melhor que o aplicativo da Apple nesses quesitos.

O app também tem um novo tipo de gesto, que o desenvolvedor está chamando de "pull to reach" (puxe para alcançar). É parecido com o mecanismo de puxar uma lista para atualizá-la, mas em vez de atualizar a lista, ele alterna entre os controles no topo da tela na medida em que você desliza o dedo para baixo. Quando você solta o dedo da tela, o controle que estava selecionado é ativado imediatamente. Esse recurso é muito útil principalmente nos iPhones maiores, tornando mais confortável o uso do app com apenas uma mão.

Outro recurso interessante do Soor é a integração com o sistema de arrastar e soltar do iOS. Quando estiver ouvindo uma música, você pode programar as próximas músicas a serem reproduzidas arrastando e soltando faixas na bandeja que se abre na parte inferior da tela. Além dessa organização da fila de reprodução, essa bandeja também exibe uma coleção de suas playlists, basta soltar as músicas no ícone de uma playlist para adicioná-las. Confira o vídeo abaixo.

Existem algumas limitações do Soor, todas elas causadas por limitações que a Apple impõe aos desenvolvedores que utilizam a biblioteca do Apple Music. Não é possível remover músicas da sua biblioteca, trocar a ordem ou remover músicas em playlists nem renomear playlists. A funcionalidade de amigos também não está disponível. No meu uso do app, eu não senti falta de nenhuma dessas funções.

Se você é assinante do Apple Music e está procurando por uma forma mais intuitiva e bonita de escutar música no iPhone, o Soor é uma boa pedida. Com sua interface diferenciada, modo escuro e arrastar e soltar, ele acabou virando o meu app padrão para ouvir música no iPhone.

O aplicativo custa R$37,90, requer uma assinatura do Apple Music e pode ser baixado na App Store.

Sobre o autor

Guilherme Rambo é programador desde os 12 anos. Especialista em engenharia reversa, é conhecido mundialmente por revelar os segredos da Apple antes mesmo dos anúncios da empresa, além de programar para as plataformas da empresa.

Sobre o blog

Dos segredos escondidos nos códigos da Apple às tendências do mundo da tecnologia, o blog Entre Linhas aborda semanalmente os temas mais interessantes e atuais do mercado tecnológico sob o ponto de vista do programador Guilherme Rambo.

Mais Blog Entre Linhas