Topo
Blog Entre Linhas

Blog Entre Linhas

Categorias

Histórico

Curte wi-fi público? Agora tem uma nova VPN disponível; veja como funciona

Guilherme Rambo

04/04/2019 04h00

Os serviços de VPN (Virtual Private Network) são muito populares por aqui para escapar de bloqueio de conteúdo com base no país – acessar um vídeo de YouTube bloqueado no Brasil, por exemplo. Mas a principal função de uma rede VPN não é fazer parecer que você está em outro país, mas sim te proteger, tornando mais difícil para outras pessoas na mesma rede – ou até mesmo seu provedor – capturarem informações sobre o que você está fazendo, inclusive senhas.

Normalmente, quando você se conecta à internet, o seu provedor, o dono do ponto de acesso (roteador), ou pessoas na mesma rede podem em teoria ter acesso aos dados que você está transmitindo, especialmente se você estiver utilizando sites não seguros (que não utilizam HTTPS).

Isto se torna especialmente complicado em ambientes públicos, como cafés e aeroportos, onde existem muitas vezes redes wi-fi completamente abertas, sem proteção por senha. A solução para esses problemas é utilizar uma VPN.

Quando você se conecta a uma VPN, sua conexão passa por um "túnel" criptografado, impedido que os dados sejam visualizados por outras pessoas na mesma rede, pelo provedor, ou dono do roteador. Na prática, quando você está usando uma VPN, mesmo numa rede pública, é como se você estivesse usando uma rede totalmente diferente das outras pessoas naquele mesmo ponto de acesso.

A escolha de um serviço de VPN é muito importante, já que escolher um serviço de VPN ruim pode causar mais danos do que te ajudar. Existem inúmeros serviços de VPN que oferecem o serviço mas na prática estão interessados em capturar dados de navegação dos usuários.

Há alguns meses eu venho testando um novo serviço de VPN que promete ser a melhor solução para proteger sua privacidade no iOS e, com o seu lançamento iminente, resolvi apresentá-lo aos leitores.

Guardian Firewall

O Guardian Firewall foi criado por pesquisadores respeitados na área de segurança e promete ser como o filtro anti-spam do seu e-mail, só que para a internet inteira. A ideia surgiu a partir da realização de que muitos apps enviam dados dos usuários para servidores sem o seu consentimento, como os casos de alguns apps que enviavam a localização do usuário para agregadores de dados que surgiram no ano passado.

Para prevenir isso, eles compilaram uma lista de servidores que são geralmente usados apenas para rastreamento de informação dos usuários de outros apps. Quando o app está ativo, ele bloqueia o envio de suas informações para servidores de terceiros.

Em um teste rápido no iOS 12.2, navegando em alguns apps populares – tanto brasileiros quanto do exterior – percebi que o Guardian bloqueou 30 tentativas de envio de dados para serviços de analytics, incluindo Snapchat, Amplitude, AppsFlyer e Localytics. O app também bloqueou nesse período duas tentativas de envio de dados de localização para analytics.

Isso tudo ocorreu em um período de apenas 10 minutos utilizando alguns apps, mostrando que a quantidade de informações suas que os apps enviam para analytics é muito grande, violando a sua privacidade e além disso consumindo uma quantidade considerável de banda da sua internet.

É importante ressaltar que esses bloqueios não causam nenhum efeito colateral no seu uso dos apps, visto que os dados são enviados apenas para análise das empresas que os produzem e não trazem nenhum benefício direto para você, usuário.

O Guardian Firewall certamente é uma boa pedida para quem se preocupa com privacidade on-line e quer limitar para onde seus dados estão sendo enviados, além de economizar banda de internet com isso. O app está como "pré-venda" na App Store, mas será grátis no seu lançamento.

Sobre o autor

Guilherme Rambo é programador desde os 12 anos. Especialista em engenharia reversa, é conhecido mundialmente por revelar os segredos da Apple antes mesmo dos anúncios da empresa, além de programar para as plataformas da empresa.

Sobre o blog

Dos segredos escondidos nos códigos da Apple às tendências do mundo da tecnologia, o blog Entre Linhas aborda semanalmente os temas mais interessantes e atuais do mercado tecnológico sob o ponto de vista do programador Guilherme Rambo.

Mais Blog Entre Linhas