Topo
Blog Entre Linhas

Blog Entre Linhas

Categorias

Histórico

WWDC 2019: com poucas surpresas, novidades pintam bom cenário para Apple

Guilherme Rambo

04/06/2019 15h33

A WWDC, conferência anual da Apple para desenvolvedores que acontece em San Jose, California, começou nesta segunda-feira (3). Como de costume, na abertura do evento a empresa anunciou as principais novidades de software que chegarão aos usuários até o final do ano.

Estou em San Jose esta semana acompanhando o evento. Conversei com diversas pessoas no dia de ontem, desde desenvolvedores até funcionários da Apple. Todos estão muito entusiasmados com as novidades.

O uso do tema "cabeças explodindo" na WWDC deste ano não foi coincidência. O sentimento geral daqueles que estão acompanhando o evento é de que tem tanta novidade que é até difícil processar tudo. Por ser um evento para desenvolvedores, é preciso olhar mais a frente e imaginar o que as novidades significarão para os usuários.

Eu acredito que as novidades trazidas ontem pintam um cenário muito positivo para a Apple na próxima década. A empresa está focando em unificar suas plataformas e realizar sua visão de integração total entre todos os dispositivos, tornando isso possível por meio de novas ferramentas para os desenvolvedores.

Embora os meses antes do evento tenham sido cheios de vazamentos, ainda tivemos algumas surpresas. Independentemente disso, a lista de novidades é grande. Vamos a elas.

iOS 13

A mais interessante delas para os usuários é, sem dúvida, o iOS 13. A nova versão do sistema operacional do iPhone e iPod Touch vem com um teclado swipe da própria Apple chamado "QuickPath", um app Fotos redesenhado e com mais inteligência para filtrar as suas fotos, novidades no Atalhos – que permitirá aos desenvolvedores a criação de atalhos avançados onde o usuário poderá entrar dados via Siri – e muito mais.

Mas o que todos estavam esperando, finalmente chegou: modo escuro. O iOS 13 conta com modo escuro que se aplica ao sistema como um todo. Para ativar o modo escuro, basta selecionar a opção na Central de Controle. Ao fazer a configuração do aparelho após instalar o iOS 13, o usuário também é perguntado se prefere deixá-lo no modo claro ou mudar para o modo escuro. Também é possível programar a mudança de modo claro para modo escuro.

iPadOS 13

O iOS sempre foi o sistema dos iPhones, iPod Touches e iPads, mas isso vai mudar na versão 13. A Apple anunciou o lançamento do iPadOS: uma nova variação do iOS, focada no iPad.

Com a chegada do iPadOS 13, o iPad ganha diversas novidades, incluindo a possibilidade de ter múltiplas janelas de um mesmo app abertas ao mesmo tempo. Isso será muito útil, por exemplo, em apps como o Word, onde será possível trabalhar com vários documentos abertos ao mesmo tempo.

O app Files também está sendo atualizado. No iPadOS 13, será possível conectar pendrives no iPad (eu ouvi um "finalmente"?). Ainda na mesma linha dos "finalmentes", também será possível comprimir e descomprimir arquivos ZIP diretamente no iPad, sem necessidade de apps de terceiros ou artimanhas com atalhos.

Para o Safari também temos boas novidades, tanto para iPhones quanto para iPads. O navegador agora conta com um gerenciador de downloads embutido, assim como já funciona no Mac. Ele também está mais esperto na hora de carregar os sites, carregando a versão desktop dos sites e também otimizando as páginas para que funcionem melhor no iPad. Além disso, será possível controlar ajustes do navegador individualmente, para cada site.

tvOS 13 e HomePod

O sistema operacional da Apple TV chega a sua versão 13. A grande novidade é o suporte a perfis, permitindo o compartilhamento da Apple TV entre diversos usuários. Cada usuário terá sua tela inicial personalizada.

Esse mesmo recurso chegará também ao HomePod, que compreenderá a voz do usuário que está falando, atendendo os pedidos daquele usuário específico na hora de criar notas, lembretes ou tocar música.

watchOS 6

Para o Apple Watch, a nova versão do seu sistema operacional traz boas novidades na área de saúde. Uma delas foi desenvolvida especialmente para as mulheres acompanharem seus ciclos menstruais. O app também traz a capacidade de prever quando será a próxima menstruação e o próximo período fértil da mulher.

Com o watchOS 6, também será possível cuidar da sua saúde auditiva. O sistema conta com acompanhamento dos níveis de ruído no ambiente do usuário, alertando quando o ruído está alto ao ponto de poder causar dano auditivo.

macOS Catalina

O sistema operacional dos Macs chega à sua versão 10.15, anunciada oficialmente ontem como "macOS Catalina". O novo sistema traz apps separados pra o Apple Music, Podcasts e TV e acaba de vez com iTunes.

Mas se o iTunes está morrendo, como fazem aqueles que ainda gostam de sincronizar seus dispositivos com o Mac usando o cabo USB? Simples: basta conectar o dispositivo no Mac que ele aparecerá na barra lateral do Finder.

Outra grande novidade do Catalina é um recurso chamado "Sidecar". Com ele, é possível usar um iPad como monitor externo para o Mac. Quando um app de design (Photoshop, por exemplo) está em uso no Mac usando o iPad como monitor, é possível inclusive desenhar usando o Apple Pencil, transformando o iPad num tablet estilo Wacom.

Acessibilidade

Os sistemas da Apple já são conhecidos por serem muito acessíveis para pessoas com deficiência visual, mas as novas versões dos sistemas trazem um recurso que deve torná-lo ainda mais acessível para pessoas com dificuldades motoras.

Com o novo recurso Voice Control, é possível controlar todos os aspectos do sistema usando somente a voz. Ele vai muito além do que é possível fazer com a Siri, já que o usuário pode controlar qualquer coisa que pode ser vista na tela.

Privacidade

Diferente de muitas outras empresas de tecnologia, que apenas agora estão começando a se posicionar a favor da privacidade, a Apple sempre focou no assunto e, além de somente falar a respeito, adota práticas favoráveis à privacidade em todos os seus produtos e serviços.

Quantas vezes você já foi se cadastrar em algum site ou app e viu a opção de "entrar com Facebook" ou "entrar com Google"? Sem dúvida é um recurso muito cômodo, porém ele traz um problema grave de privacidade, visto que o interesse de empresas como Google e Facebook é de capturar o maior número de dados possível dos usuários de outros apps e sites para poder otimizar sua rede de anúncios.

Pois a Apple anunciou que irá lançar um novo recurso de "entrar com conta da Apple". Esse recurso estará disponível para apps em qualquer um dos sistemas da Apple, mas também estará disponível para Windows, Android e para sites.

Funciona assim: ao tocar no botão, o usuário autentica usando Face ID ou Touch ID e pode selecionar exatamente quais informações deseja compartilhar com o aplicativo ou site. O usuário pode optar por compartilhar o seu e-mail real com o app ou site, ou pode usar a opção de "esconder e-mail", que gera um e-mail único apenas para o cadastro naquele app ou site.

Para garantir que os usuários dos seus sistemas tenham a opção de fazer login de uma forma que respeita sua privacidade, a empresa informa que apps que atualmente oferecem login com outros tipos de conta (como Google e Facebook) será obrigados a também oferecer a opção de login da Apple.

Novo Mac Pro e novo Pro Display XDR

Para o público profissional, especialmente na indústria do cinema e vídeo, a Apple anunciou uma nova geração do Mac Pro, o Mac mais poderoso que o dinheiro (muito dinheiro, diga-se) pode comprar.

O novo Mac Pro dá acesso fácil aos seus componentes para que possa ser facilmente customizado com mais memória, SSD ou placas de vídeo. Ele tem oito slots PCI internos para expansão, 12 slots para memória RAM, permitindo a instalação de até 1,5 terabytes (!) de memória RAM.

O computador chegará ao mercado até o final do ano, com um preço inicial de US$ 5.999 dólares. Definitivamente é uma máquina apenas para estúdios e profissionais que realmente precisam de alta capacidade de processamento. Quanto a máquina irá custar no Brasil? Melhor nem pensar a respeito…

Para acompanhar esse novo Mac Pro, a Apple também anunciou um novo monitor profissional: o Apple Pro Display XDR. Ele é um monitor de 32 polegadas com resolução 6K e mais de 20 milhões de pixels. Ele suporta HDR, DCI-P3 e tem um contraste de cor 25 vezes melhor que um LCD normal. O monitor também chegará ao mercado até o final do ano, com preço inicial de 4999 dólares.

Apps do iOS no Mac

Sendo uma conferência para desenvolvedores, a WWDC também conta com diversos anúncios focados nesse público, mas que também afetarão usuários mais pro final do ano.

A primeira grande novidade é a introdução do projeto Catalyst. Ele permitirá a adaptação mais fácil de aplicativos do iPad para que rodem também no Mac. A adaptação inicial é muito fácil, bastando para o desenvolvedor marcar uma opção no Xcode (ferramenta de desenvolvimento da Apple). Claro que após esse primeiro passo, os desenvolvedores precisarão fazer mais ajustes para que seus apps funcionem melhor no Mac.

Além disso, a Apple anunciou uma forma totalmente nova de desenvolver aplicativos para todas as suas plataformas, desde o watchOS até o macOS: SwiftUI. Ela utiliza a linguagem Swift e permite que desenvolvedores escrevam as interfaces dos apps de forma declarativa, reduzindo drasticamente a quantidade de código necessária para a criação das interfaces, além de permitir o uso do mesmo código em todas as plataformas da Apple mais facilmente.

As novidades da WWDC 2019

UOL Notícias

Sobre o autor

Guilherme Rambo é programador desde os 12 anos. Especialista em engenharia reversa, é conhecido mundialmente por revelar os segredos da Apple antes mesmo dos anúncios da empresa, além de programar para as plataformas da empresa.

Sobre o blog

Dos segredos escondidos nos códigos da Apple às tendências do mundo da tecnologia, o blog Entre Linhas aborda semanalmente os temas mais interessantes e atuais do mercado tecnológico sob o ponto de vista do programador Guilherme Rambo.

Mais Blog Entre Linhas