Topo
Blog Entre Linhas

Blog Entre Linhas

Categorias

Histórico

Fiz o teste: Apple corrige falhas de teclado com o novo MacBook Pro

Guilherme Rambo

02/12/2019 04h00

Divulgação

Recentemente, a Apple surpreendeu ao anunciar uma nova geração do MacBook Pro. O novo MacBook Pro de 16 polegadas chegou para substituir o modelo anterior – de 15 polegadas, lançado em maio deste ano.

Normalmente, uma atualização de hardware como essa não mereceria muitos comentários, já que se trata simplesmente de uma evolução daquilo que já tínhamos antes, sem grandes novidades ou mudanças no design.

Com o novo MacBook Pro de 16 polegadas, a Apple fez algumas mudanças importantes que impactarão positivamente o dia a dia do seu público "Pro", do qual eu faço parte: desenvolvedores, pessoas que trabalham com vídeo, produção de áudio, fotógrafos e designers.

A primeira novidade é o pequeno aumento no tamanho da tela. O MacBook Pro de 15 polegadas anterior tinha uma tela de 15,4 polegadas, contra as 16 do modelo novo. Parece um aumento muito pequeno, mas na prática ele é perceptível e faz com que a tela pareça mais espaçosa.

Além do aumento da tela, a Apple o deixou o mais fino possível, o que permitiu melhorias na arquitetura de resfriamento da máquina. Basicamente, o modelo anterior não tirava proveito total do seu hardware por conta do aquecimento, o que fazia com que o processador ficasse mais lento. Com o novo modelo, as melhorias permitem ao processador funcionar na performance máxima por períodos longos de tempo.

Mas a principal mudança no novo MacBook Pro foi o teclado. Desde 2016, a Apple vinha usando um novo modelo de teclado com mecanismo "borboleta", que conta com teclas mais baixas, que não afundam tanto quando usadas. Apesar da resposta tátil do teclado borboleta ser, na minha opinião, mais agradável que o usado anteriormente, ele apresentou diversos problemas de confiabilidade.

Praticamente todos que conheço que possuem um Mac com teclado borboleta já tiveram algum problema com o teclado, geralmente teclas que se repetem quando pressionadas ou teclas que simplesmente param de funcionar ou até mesmo saem "voando" quando utilizadas.

Os problemas foram tantos que a empresa foi obrigada a lançar um programa de reparo expandido para todas as máquinas fabricadas entre 2016 e 2019, aumentando a garantia para problemas de teclado para 4 anos.

O que a Apple fez com o novo MacBook Pro foi utilizar novamente o mecanismo "tesoura" – mesmo usado nos modelos antigos – mas com algumas modificações, deixando ele mais próximo do mecanismo disponível no Magic Keyboard, o teclado externo que vem com os iMacs.

Além da mudança no mecanismo, o novo modelo trouxe de volta a tecla esc física – todos os modelos anteriores com Touch Bar contavam com uma tecla esc virtual.

A minha primeira reação ao testar o novo teclado foi de estranheza, já que estava acostumado com o mecanismo borboleta desde 2016. Mas após poucas horas de uso já estava totalmente adaptado ao novo teclado e, embora ele não tenha a mesma estabilidade e retorno tátil do modelo borboleta, por conta dos problemas de confiabilidade, prefiro o teclado do modelo novo.

Em termos de portas, o novo modelo manteve as quatro portas USB-C, que com adaptadores podem ser usadas para qualquer coisa – desde pen drives até saída HDMI.

O sistema de áudio do MacBook Pro também foi totalmente remodelado. A qualidade do áudio que sai das caixas de som embutidas nele é inacreditável para um laptop. Além disso, o novo sistema de microfones – que a Apple chama de "qualidade de estúdio" – talvez não seja tão bom quanto microfones profissionais, mas também chama atenção pela sua qualidade.

Por muitos anos, era difícil para mim recomendar os laptops da Apple, principalmente por conta do teclado borboleta. Com o lançamento deste novo modelo, especialmente para quem precisa da tela maior e da performance que ele oferece, posso seguramente recomendá-lo como uma máquina para todo tipo de trabalho.

Sobre o autor

Guilherme Rambo é programador desde os 12 anos. Especialista em engenharia reversa, é conhecido mundialmente por revelar os segredos da Apple antes mesmo dos anúncios da empresa, além de programar para as plataformas da empresa.

Sobre o blog

Dos segredos escondidos nos códigos da Apple às tendências do mundo da tecnologia, o blog Entre Linhas aborda semanalmente os temas mais interessantes e atuais do mercado tecnológico sob o ponto de vista do programador Guilherme Rambo.

Blog Entre Linhas