PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Apple está trabalhando para produzir um iPhone totalmente livre de portas?

Guilherme Rambo

05/03/2020 04h00

Pexels

A Apple é conhecida por não ser lá muito fã de portas nos seus aparelhos. Parece que, quanto menos opção de como plugar algo em outras coisas, melhor para a empresa. Logo, não é de se impressionar que recentemente tenham surgido relatórios de analistas sugerindo que a empresa estaria trabalhando em um iPhone totalmente sem portas, deixando a conectividade completamente por conta dos recursos wireless como wifi, bluetooth, NFC e UWB.

Embora quase tudo o que fazemos nos nossos iPhones atualmente já seja possível sem portas, existem alguns desafios importantes que precisarão ser superados antes do lançamento de um iPhone 100% sem-fio.

Um deles é a restauração de um aparelho com a instalação do sistema danificada, tornando-o inutilizável. A expressão em inglês usada é "bricked", quando o sistema do aparelho não funciona mais a ponto dele ter a mesma utilidade de um tijolo.

Esses casos são diferentes de um simples problema de configuração ou performance que possa ser resolvido indo nos "Ajustes" do aparelho e resetando para o estado de fábrica. Nessas situações, a única solução muitas vezes é colocar o aparelho em modo DFU e conectá-lo a um PC ou Mac, reinstalando totalmente o sistema a partir do computador.

No beta mais recente do iOS 13.4 — que está atualmente sendo testado por desenvolvedores — foram encontradas evidências de que a empresa estaria trabalhando em uma solução que permita a restauração de um dispositivo problemático utilizando outro dispositivo próximo, não necessariamente conectando o mesmo a um computador. Esse pode ser um primeiro passo na direção de um iPhone totalmente sem-fio.

Esse é um problema bastante importante. Já existem aparelhos da Apple sem nenhuma porta disponível — Apple Watch e HomePod, por exemplo — quando um deles tem algum problema numa atualização que impede o dispositivo de ser inicializado, a única solução atualmente é levá-lo até uma Apple Store ou assistência técnica para que seja restaurado. Já com o iPhone, basta colocá-lo em modo DFU e fazer a restauração a partir de um computador, um processo simples que não exige nenhum equipamento especializado.

Outra questão diz respeito aos desenvolvedores (como eu). Nós desenvolvedores conectamos o iPhone no Mac para poder rodar e "debugar" nossos aplicativos rapidamente. Já existe uma opção no Xcode para fazer o processo via wifi, porém nenhum desenvolvedor que eu conheço confia nessa opção, por não ser muito confiável, além de lenta.

Qual seria a solução nesse caso? Talvez tornar o desenvolvimento via wifi tão rápido e confiável como aquele feito via cabo, ou de repente oferecer uma versão especial do iPhone com a porta, somente para desenvolvedores. A probabilidade de isso acontecer é — na minha opinião — mínima.

Posso entrar também na questão da segurança. Um iPhone conectado a um computador não dá a esse computador acesso a todos os seus dados a não ser que ele seja "confiável", um processo que exige a conexão via cabo ao menos uma vez e a digitação do código de desbloqueio do iPhone. Essa conexão via cabo inicial é necessária mesmo que a sincronização ou transferência de dados seja feita via wifi posteriormente.

A não-necessidade da conexão física para que um computador seja marcado como confiável pelo iPhone pode abrir portas para novos tipos de ataque de roubo de dados.

Além de todos os problemas que já apontei, existe também a questão do carregamento da bateria. Carregamento sem fio com carregadores Qi já é uma realidade, mas esse tipo de carga ainda é muito ineficiente, gerando uma quantidade excessiva de calor e desperdiçando grande parte da energia utilizada, além de ser uma carga mais lenta.

É possível que a Apple tenha uma solução na manga para o problema do carregamento sem fio? É, porém a empresa não tem um histórico muito bom quando o assunto é carregamento sem fio (lembram do AirPower?).

Apesar de todos esses problemas, eu acredito que é apenas uma questão de tempo até termos um iPhone totalmente livre de portas. Quanto tempo isso irá levar? É difícil estimar. Alguns rumores falam de 2022. Pessoalmente, ainda acho um pouco cedo, por não acreditar que esses problemas serão resolvidos até lá. Continuamos acompanhando…

Sobre o autor

Guilherme Rambo é programador desde os 12 anos. Especialista em engenharia reversa, é conhecido mundialmente por revelar os segredos da Apple antes mesmo dos anúncios da empresa, além de programar para as plataformas da empresa.

Sobre o blog

Dos segredos escondidos nos códigos da Apple às tendências do mundo da tecnologia, o blog Entre Linhas aborda semanalmente os temas mais interessantes e atuais do mercado tecnológico sob o ponto de vista do programador Guilherme Rambo.